Polícia procura recém-nascida e família que fugiu de hospital de Évora

04/11/2010 at 10:17 am Deixe um comentário

Segurança Social já informou o tribunal sobre bebé “em risco”

04.11.2010 – 08:53 Por Lusa, PÚBLICO

A família que fugiu do Hospital de Évora esta terça-feira, levando uma recém-nascida, está a ser procurada pela PSP e GNR. A Segurança Social já informou o tribunal de Montemor-o-Novo sobre bebé “em risco”.
 

 

A GNR de Évora revelou ter recebido ontem “um pedido do tribunal” para tentar localizar a família, cujo “paradeiro é desconhecido”, já que não se encontra na respectiva morada em Vendas Novas, informou fonte daquele comando.

A menina, nascida na segunda-feira, estava internada com a mãe na maternidade do Hospital de Évora, mas foi levada no dia seguinte pelo pai que, acompanhado por quatro homens com armas brancas, cortou a sua pulseira electrónica com uma faca e fugiu.

O “Correio da Manhã” falou com o pai da criança, Albino Valério, de 23 anos, o qual se sente revoltado por o associarem a um rapto. “Não sou nenhum ladrão de bebés. Apenas fugi com a minha filha para que a Segurança Social não ficasse com ela para depois a entregar à adopção”.

Albino garante que a mãe e a bebé, que terão saído do país, só aparecerão se receberem uma garantia da Segurança Social.

O director do serviço de Ginecologia e Obstetrícia, Vítor Caeiro, explicou que, ao cortar a pulseira da bebé, o pai “activou o alarme” e o “encerramento da porta da maternidade”, mas teve tempo para “sair a correr” com a criança “ao colo”.

Enquanto o pai do bebé actuava, os outros homens, “armados com facas, terão ameaçado os vários seguranças do hospital”, para que não interferissem, disse.

Este acto “menos ortodoxo”, afirmou Vítor Caeiro, terá sido motivado pelo receio de que a filha fosse para adopção, depois de a mãe ser informada que “o bebé não iria ter alta, devido a um processo de averiguações, no sentido de, eventualmente, a assistência social tomar conta da criança”.

“É uma criança em risco, mas estávamos a desenvolver os procedimentos necessários, em articulação com o tribunal, para que fosse protegida”, disse o director distrital de Évora da Segurança Social, José Oliveira. Os serviços já estavam a “acompanhar a situação desta família”, anteriormente alvo de “um processo de promoção e protecção”, que resultou na “retirada de outras quatro crianças”.

“O que interessa aqui é proteger a criança, porque sabemos que é uma família em risco, com antecedentes de alguma negligência e de situações menos claras”, frisou.

“Ao retirar a criança do hospital, a família furtou-se às intenções da Segurança Social e desencadeou todo este processo, que vamos acompanhar, para procurar, sobretudo, proteger a criança”, disse José Oliveira.

O responsável destacou a importância de a criança ser encontrada para que a Segurança Social “possa fazer uma análise da situação e decidir, a partir daí, qual a melhor solução”, sendo que “um processo de adopção ou um processo de retirada simples” fazem parte das hipóteses.
Fonte: Público

Entry filed under: Évora, Noticias Locais. Tags: .

Menina romena mãe aos 10 anos na Andaluzia Algumas farmácias já recusam adiantar comparticipação a beneficiários da ADSE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


NOVO! Projeto Criar Mundos de Igualdade Agir e Convergir para Mudar

Fotos do Projecto Saúde da Mulher - Construir a Igualdade

Mais fotos

Objectivos do Projecto

Informar e sensibilizar a opinião pública, junto de organizações de mulheres, orgãos de comunicação social e demais entidades da sociedade civil, sobre aspectos da saúde da mulher.

Divulgação de informações sobre aspectos de saúde sexual e reprodutiva da mulher.

Promoção de uma sexualidade saudável e responsável.

Promover os direitos da mulher grávida (maternidade e paternidade).

Combater a violência sexual baseada em questões de género.

Promoção de cuidados perinatais.

Promoção da educação sexual.

MDM Évora

Exposições do Movimento Democrático de Mulheres disponíveis para empréstimo

https://mdmevora.files.wordpress.com/2012/11/exposic3a7c3b5es-do-movimento-democrc3a1tico-de-mulheres-disponc3adveis-para-emprc3a9stimos.pdf

Mapa de Évora – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Mapa de Arraiolos – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Mapa de Montemor-o-Novo – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Número Verde

Linha SOS IMIGRANTE

DVD – “De mãos dadas com o medo”

 Filme que aborda questões relacionadas com a violência no namoro e que foi realizado no âmbito do projecto “Participar, Partilhar a Igualdade”, que  foi premiado, em 2007, no âmbito do Ano Europeu da Igualdade, como o melhor trabalho nesta área realizado no Distrito de Aveiro

Linha Cancro

Sexualidade em Linha

Rastreio do cancro do colo do útero no Alentejo

Linha Sida

São objectivos gerais da Coordenação Nacional da Infecção VIH/SIDA:

Saúde 24

A Linha Saúde 24 é uma iniciativa do Ministério da Saúde que visa responder às necessidades manifestadas pelos cidadãos em matéria de saúde, contribuindo para ampliar e melhorar a acessibilidade aos serviços e racionalizar a utilização dos recursos existentes através do encaminhamento dos Utentes para as instituições integradas no Serviço Nacional de Saúde mais adequadas.

Financiamento

Saúde da Mulher – Mês a Mês

Novembro 2010
M T W T F S S
« Out   Dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 8 outros seguidores

Facebook do Projecto Saúde da Mulher -Construir a Igualdade


%d bloggers like this: