Bebés nascidos esta semana recebem fraldas “amigas do Ambiente”

22/11/2010 at 11:30 am Deixe um comentário

22.11.2010
Helena Geraldes

Os bebés que nasçam esta semana em 24 hospitais e maternidades públicas de Norte a Sul do país recebem um kit de fraldas reutilizáveis. Começa hoje a semana europeia da prevenção de resíduos.

“As pessoas queixam-se de que até gostavam de experimentar estas fraldas mas não sabiam se iam gostar. Por isso, durante esta semana vamos dar estes kits para as dúvidas serem esclarecidas”, contou esta manhã ao PÚBLICO Cármen Lima, da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza.

O projecto Fraldinhas – uma parceria dos Sistemas de Tratamento de Resíduos, EGF e Quercus – vai distribuir 1600 kits de fraldas alternativas às descartáveis.

Actualmente, a Valorsul recebe por hora 3,5 toneladas de resíduos de fraldas que as famílias colocam no lixo.

As fraldas reutilizáveis são “fraldas em tecido (algodão, bambu, ou outros produtos naturais) disponíveis em diversos sistemas de utilização (tudo em um ou 2 em 1), fáceis de usar – fecham como mecanismos de velcro ou molas, e que depois de lavadas, podem voltar a ser usadas. Podem ser lavadas na máquina juntamente com a restante roupa, mesmo a 40 graus, e suportam cerca de 800 lavagens”, explica a Quercus em comunicado.

“Estas fraldas inspiram-se no cuidado e dedicação das tradicionais fraldas de pano, mas acompanham o ritmo das gerações actuais – são laváveis, amigas do ambiente, económicas e saudáveis, podendo ajudar a prevenir algumas alergias”.

Segundo a Quercus, as reutilizáveis têm um maior investimento inicial “mas podem ser uma grande poupança se considerarmos os dois anos e meio em que um bebé habitualmente usa fraldas ou a utilização em mais de um filho”. Se forem usadas em apenas um bebé, a família pode poupar 500 euros, garante a associação.

Reduzir resíduos
O uso de fraldas reutilizáveis é uma das medidas previstas no PPRU – Plano de Prevenção de Resíduos Urbanos, aprovado no final do ano passado. A ideia é “reduzir a quantidade de resíduos de fraldas produzidos, na quantidade de cerca de uma tonelada por bebé”, acrescenta a associação. No entanto, diz Cármen Lima, quanto às fraldas “ainda não se fez nada”.

Actualmente, 74 por cento das fraldas é depositada em aterros sanitários e 26 por cento segue para incineração. Não existem soluções de reciclagem em Portugal.

A distribuição destas fraldas termina a 28 de Novembro mas a Quercus quer continuar com as acções de sensibilização, “direccionadas para um público-alvo, mais sensível para estas questões”, adiantou a responsável da Quercus.

Unidades hospitalares abrangidas pela iniciativa:
Zona Norte: Hospital Distrital de Viana do Castelo, Centro Hospitalar do Alto Ave, Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, Centro Hospitalar do Médio Ave, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia, Hospital de São Sebastião, Hospital Distrital da Guarda, Centro Hospitalar da Cova da Beira, Hospital Distrital de Aveiro.

Zona Centro: Maternidade Bissaya Barreto, Maternidade Dr. Daniel de Matos, Hospital de Santo André, Hospital de Torres Vedras, Centro Hospitalar das Caldas da Rainha.

Zona da Grande Lisboa: Maternidade Alfredo da Costa, Hospital Santa Maria, Hospital Amadora Sintra, Hospital Reynaldo dos Santos, Hospital do Barreiro, Hospital Garcia da Orta.

Zona Sul: Hospital Dr. Manoel Constâncio, Hospital Amato Lusitano, Hospital Distrital de Portalegre, Hospital Distrital de Faro.

Fonte: Público

Veja também o site da Quercus

Entry filed under: Maternidade/Parto. Tags: .

Nascimento 3% dos bebés registados com último nome da mãe CIG: Coloca-se à discussão pública o anteprojecto do IV Plano Nacional Contra a Violência Doméstica 2011-2013 até ao dia 24 de Novembro de 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


NOVO! Projeto Criar Mundos de Igualdade Agir e Convergir para Mudar

Fotos do Projecto Saúde da Mulher - Construir a Igualdade

Mais fotos

Objectivos do Projecto

Informar e sensibilizar a opinião pública, junto de organizações de mulheres, orgãos de comunicação social e demais entidades da sociedade civil, sobre aspectos da saúde da mulher.

Divulgação de informações sobre aspectos de saúde sexual e reprodutiva da mulher.

Promoção de uma sexualidade saudável e responsável.

Promover os direitos da mulher grávida (maternidade e paternidade).

Combater a violência sexual baseada em questões de género.

Promoção de cuidados perinatais.

Promoção da educação sexual.

MDM Évora

Exposições do Movimento Democrático de Mulheres disponíveis para empréstimo

https://mdmevora.files.wordpress.com/2012/11/exposic3a7c3b5es-do-movimento-democrc3a1tico-de-mulheres-disponc3adveis-para-emprc3a9stimos.pdf

Mapa de Évora – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Mapa de Arraiolos – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Mapa de Montemor-o-Novo – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Número Verde

Linha SOS IMIGRANTE

DVD – “De mãos dadas com o medo”

 Filme que aborda questões relacionadas com a violência no namoro e que foi realizado no âmbito do projecto “Participar, Partilhar a Igualdade”, que  foi premiado, em 2007, no âmbito do Ano Europeu da Igualdade, como o melhor trabalho nesta área realizado no Distrito de Aveiro

Linha Cancro

Sexualidade em Linha

Rastreio do cancro do colo do útero no Alentejo

Linha Sida

São objectivos gerais da Coordenação Nacional da Infecção VIH/SIDA:

Saúde 24

A Linha Saúde 24 é uma iniciativa do Ministério da Saúde que visa responder às necessidades manifestadas pelos cidadãos em matéria de saúde, contribuindo para ampliar e melhorar a acessibilidade aos serviços e racionalizar a utilização dos recursos existentes através do encaminhamento dos Utentes para as instituições integradas no Serviço Nacional de Saúde mais adequadas.

Financiamento

Saúde da Mulher – Mês a Mês

Novembro 2010
M T W T F S S
« Out   Dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 8 outros seguidores

Facebook do Projecto Saúde da Mulher -Construir a Igualdade


%d bloggers like this: