NÚCLEO DE ATENDIMENTO ÀS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA de Évora

01/08/2012 at 4:35 pm 2 comentários

“JULHO 30, 2012   REDACÇÃO REGISTO

Realizou-se no dia 25 de Julho, pelas 10h30, no Salão Polivalente da Cáritas Diocesana de Évora, a Cerimónia de Assinatura do novo Protocolo de Colaboração do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica do Distrito de Évora (NAVVD), promovida pelo Centro Distrital de Segurança Social de Évora e Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), entidades parceiras. A Entidade Gestora do NAVVD passa a ser a Cáritas Diocesana de Évora.

A Cáritas, esteve representada pelo Presidente da Direcção, Luís Rodrigues, o Centro Distrital de Segurança Social, pela sua Directora, Sónia Ferro e a CIG, pela presidente Fátima Duarte. O Protocolo foi também assinado pelas seguintes entidades: Guarda Nacional Republicana, representada pelo Comandante do Comando Territorial de Évora, Tenente-Coronel Pedro Costa Lima; Polícia de Segurança Pública, pelo Comandante do Comando de Polícia de Évora, Intendente Raul Glória Dias; Universidade de Évora, representada pelo seu Vice-Reitor, Manuel D´Abreu; Hospital do Espirito Santo, pela Presidente do Conselho de Administração, Maria Filomena Ferreira Mendes; Associação de Mulheres Juristas, pela Coordenadora da Delegação do Alentejo, Aurora Rodrigues; Santa Casa da Misericórdia de Alandroal, pela sua Provedora Maria de Fátima Ferreira. A Associação Chão dos Meninos e o Lar de Santa Helena foram também as novas Entidades que integraram o Protocolo, representadas, respectivamente pela Vice-Presidente, Paula de Deus e Directora, Irmã Júlia Bacelar.

À atividade já desenvolvida pela Cáritas, através de respostas sociais que se traduzem em: Serviço de Apoio Domiciliário, Equipa de Atendimento/Acompanhamento Social, Centro de Atividades de Tempos Livres, Creche, Comunidade Terapêutica, Apartamentos de Reinserção, Equipa de Apoio Social Direto, Refeitório Social e Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes, junta-se agora através deste Protocolo, o NAVVD.

O NAVVD efectua o atendimento, acompanhamento e encaminhamento de vítimas de violência doméstica, para as respostas mais competentes, procurando rentabilizar os recursos e apoios disponíveis. Desenvolve parcerias locais, identifica problemas existentes e promove soluções adequadas à problemática aferida.

O NAVVD surgiu no Distrito, no âmbito de uma parceria institucional, consubstanciada em Protocolo de Colaboração, em Abril de 2008, por se tornar premente a criação desta resposta, uma vez que o Distrito se encontrava, naquela data, desprovido de estruturas de apoio a vítimas de violência doméstica. Tem vindo a conhecer desde a sua constituição, um progressivo acréscimo de procura, quer por vítimas de violência doméstica, quer por cidadãos e Instituições da comunidade.

Funciona de Segunda a Sexta- Feira, das 09h-12h30 e das 14h-17h30, agora na Cáritas Diocesana de Évora, localizada na Avenida Combatentes da Grande Guerra, nº 2, em Évora. Está também disponível nos seguintes contactos: Tel.: 266 739 890; Fax: 266 739 898 e E-Mail: nav.evora@gmail.com”

Fonte: Registo

Entry filed under: Évora, Violência Doméstica. Tags: .

“Portugueses sem dinheiro para pagarem despesas de saúde” Exposição – “Saúde Sexual e Reprodutiva . Ontem e Sempre”

2 comentários Add your own

  • 1. Célia  |  10/12/2013 às 6:44 pm

    Contactei o numero de telefone 266739890 … atenderam, pediram para esperar porque iam passar à Doutora que se ocupa dos casos de violência domestica… 15 minutos depois continuava à espera….
    Eu só queria denunciar um caso …não sou a vitima, já fui… Agora pergunto? ….se fosse a vitima, em que na maioria dos casos falta a coragem, está mais que debilitada física e psicologicamente, muitas vezes não tem acesso a telefone, não tem sequer dinheiro para pagar a chamada…como se sente essa vitima quando percebe que só começaram as dificuldades…se queria pedir ajuda e e do outro lado simplesmente só ouviu a musica….e se até força para pegar no telefone …depressa perda a esperança … porque para a vitima o seu caso não tem resolução possível…
    Percebo que não seja fácil.Há milhares de vitimas a ser apoiadas nesse momento…Mas peço, não deixem que a pouca força que a vitima consegui ter para pedir ajuda, morra no primeiro passo que dá…
    Não é uma critica é um alerta. Obrigada

    Responder
    • 2. MDM - ÉVORA  |  11/12/2013 às 10:16 am

      Bom dia, nós somos de um movimento de mulheres que divulga os contactos de apoio aqui no distrito de Évora, sabemos que o NAV tem tido muito trabalho, pois conhecemos os números da violência na região e o trabalho do núcleo, contudo, a situação que nos relata pode ser mais uma dificuldade para avançar com uma denúncia mas, por favor volte a ligar, não perca a oportunidade de denunciar uma situação de violência.

      Existe também um número nacional, gratuito, funciona pelo telefone, 24 horas por dia para apoiar vítimas de violência doméstica através do número 800 202 148.
      É um serviço anónimo e confidencial.
      Esta linha tem funcionários especialmente formados para atendimento de vítimas de violência doméstica, que dão apoio com informação sobre os direitos das vítimas, apoio psicológico, indicam os recursos de apoio que existem e onde se dirigir.
      Obrigada por deixar aqui o seu comentário.

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


NOVO! Projeto Criar Mundos de Igualdade Agir e Convergir para Mudar

Fotos do Projecto Saúde da Mulher - Construir a Igualdade

Mais fotos

Objectivos do Projecto

Informar e sensibilizar a opinião pública, junto de organizações de mulheres, orgãos de comunicação social e demais entidades da sociedade civil, sobre aspectos da saúde da mulher.

Divulgação de informações sobre aspectos de saúde sexual e reprodutiva da mulher.

Promoção de uma sexualidade saudável e responsável.

Promover os direitos da mulher grávida (maternidade e paternidade).

Combater a violência sexual baseada em questões de género.

Promoção de cuidados perinatais.

Promoção da educação sexual.

MDM Évora

Exposições do Movimento Democrático de Mulheres disponíveis para empréstimo

https://mdmevora.files.wordpress.com/2012/11/exposic3a7c3b5es-do-movimento-democrc3a1tico-de-mulheres-disponc3adveis-para-emprc3a9stimos.pdf

Mapa de Évora – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Mapa de Arraiolos – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Mapa de Montemor-o-Novo – Apoio a vítimas de Violência Doméstica e locais onde apresentar queixa

Número Verde

Linha SOS IMIGRANTE

DVD – “De mãos dadas com o medo”

 Filme que aborda questões relacionadas com a violência no namoro e que foi realizado no âmbito do projecto “Participar, Partilhar a Igualdade”, que  foi premiado, em 2007, no âmbito do Ano Europeu da Igualdade, como o melhor trabalho nesta área realizado no Distrito de Aveiro

Linha Cancro

Sexualidade em Linha

Rastreio do cancro do colo do útero no Alentejo

Linha Sida

São objectivos gerais da Coordenação Nacional da Infecção VIH/SIDA:

Saúde 24

A Linha Saúde 24 é uma iniciativa do Ministério da Saúde que visa responder às necessidades manifestadas pelos cidadãos em matéria de saúde, contribuindo para ampliar e melhorar a acessibilidade aos serviços e racionalizar a utilização dos recursos existentes através do encaminhamento dos Utentes para as instituições integradas no Serviço Nacional de Saúde mais adequadas.

Financiamento

Saúde da Mulher – Mês a Mês

Agosto 2012
M T W T F S S
« Jul   Set »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 8 outros seguidores

Facebook do Projecto Saúde da Mulher -Construir a Igualdade


%d bloggers like this: